Extrabom Supermercados Extrabom Supermercados Ir para o ecommerce
Você Sabia?

O que você precisa ensinar às crianças

15 de outubro de 2020

o que ensibar às crianças - blog do bom

Você é daqueles que acham que as crianças devem ser poupadas de certas informações? Pois fique sabendo que isso pode acabar prejudicando-as em situações de emergência.  

Você sabia que quando se trata da segurança, existem pequenas lições para a vida que os adultos deveriam fazer questão de ensinar aos pequenos? É isso mesmo: quanto mais cedo as crianças aprenderem a se proteger e se defender, sabendo o que podem ou devem fazer em determinadas situações, tanto melhor. Afinal de contas, prevenir é melhor do que remediar, não é mesmo?  

Confira: 

Número de emergência. Todas as crianças devem saber e memorizar qual o número de emergência a ligar, no caso de se perderem, de um acidente ou incêndio em casa. No entanto, também lhes deve ser explicado que este número de telefone é para ser utilizado em casos de emergência apenas. 

Estou perdida! Ensine às crianças que, no caso de se perderem dos pais, não devem abandonar o local onde se encontram, nem devem ir com pessoas estranhas. Se um estranho quiser ajudar, diga às crianças que peçam que a ajuda seja levada até elas, uma vez que foram ensinadas a não sair do lugar em que estão. Caso contrário, devem aguardar o aparecimento dos pais ou de uma autoridade, como a polícia ou um segurança.  

Não falar com estranhos. Explique aos pequenos que eles não têm que falar com estranhos, e que isso não significa ser malcriado. As crianças devem saber que um adulto não vai perguntar a uma criança direções ou as horas, e que elas podem, perfeitamente, responder “não sei” ou “não posso ajudar”. Um estranho acompanhado de crianças não deixa de ser um estranho. Se a pessoa estranha insistir, a criança deve procurar um dos pais ou um adulto conhecido. 

Não fazer festas a animais desconhecidos. As crianças adoram animais, e  elas não temem  tocá-los. O problema é que nunca sabemos como é que um animal pode reagir ao toque de um desconhecido. Por isso, ensine-as a manter distância. 

Não é não!  Ensine às crianças que quando os pais ou outro adulto de confiança diz “não”, isso significa mesmo “não”. E que não adianta chorar ou fazer birras para alterar essa resposta. Dizer “não” impõe limites e ensina valores valiosos, como respeito e paciência. 

Objetos estranhos. As crianças são seres curiosos por natureza, e tocam em tudo o que puderem para satisfazer essa curiosidade. Mas isso nem sempre isso é uma boa ideia, podendo até ser prejudicial aos pequenos. Quando se depararem com objetos estranhos, ensine-os a fazer três coisas: não mexer, abandonar o local e informar um adulto de confiança. 

Divórcio. Uma separação ou divórcio entre pais vai afetar profundamente qualquer criança, e não deve ser um assunto “escondido” da mesma, com receio de a fazer sofrer ainda mais. Embora a criança não precise de saber todos os detalhes da separação, precisa de ser informada sobre o que vai acontecer, e porquê. É importante que a criança saiba que ela não tem nada a ver com a decisão dos pais. Saiba que, mesmo tentando esconder a situação, a criança irá perceber o ambiente dentro de casa e acabar assumindo a culpa pelo fato.  

Suas origens. Quer a criança seja adotada ou não conheça o pai ou a mãe, ela precisa de saber quais são as suas origens, e quem foram ou são esses pais que já não se encontram presentes. A mentira e a omissão não são os melhores caminhos nestes casos, mas sim a honestidade. Claro que sempre dentro dos limites de compreensão da criança e de sua respectiva idade.  

Dramas familiares. Tal como um divórcio ou separação, também outros dramas familiares precisam de ser adequadamente explicados às crianças, e não omitidos. No caso, por exemplo, do desemprego de um dos pais, de uma doença ou de morte na família, é necessário informar a criança de uma forma que isso não cause pânico ou   sentimento de culpa. A criança irá descobrir, mais cedo ou mais tarde. Por isso, informe-a desde o primeiro momento. (Fonte: site Pequenada