Extrabom Supermercados Extrabom Supermercados Ir para o ecommerce
Nutrição

Carne é alimento importante para a saúde

19 de novembro de 2020

Há algumas décadas, nossos pais e avós consideravam a carne bovina um alimento nutritivo e saudável. Mas, hoje em dia, as opiniões se dividem entre pessoas que acham que carne é um alimento saudável, e aquelas que a consideram prejudicial à nossa saúde. 

Qualquer que seja a nossa opinião sobre a carne vermelha, é bom esclarecer:  comer carne bovina representa benefícios importantes para a saúde. 

Isso porque carne é fonte de proteína, componente muito importante para o crescimento saudável, função e reparação de todas as células do corpo, transporte de nutrientes, formação de tecidos e outros componentes biológicos do nosso organismo.  

É importante, no entanto, distinguir a carne vermelha da carne branca. O grupo de carnes vermelhas inclui bovina, suína, cordeiro, entre outros. Já o grupo de carnes brancas é composto por aves e peixes. A carne vermelha se diferencia da branca por apresentar maior concentração de ferro, maior teor de gordura saturada (dependendo do corte), vitamina B12, e maior quantidade de colesterol. 

A carne vermelha é fonte de todas as proteínas e aminoácidos essenciais para o nosso corpo. Ela não tem um substituto, e contém vitaminas que não são encontradas em nenhum outro alimento. Por isso, as pessoas devem pensar duas vezes antes de cortá-la da dieta. Especialmente, quem não consome carne, deve receber um suplemento, ou alimentar-se com outros tipos de combinações de alimentos, para suprir esta carência. 

Ao escolher a carne que iremos comprar, no entanto, devemos estar atentos ao seu aspecto visual, como a coloração, e se ela está dentro do prazo de validade. Basta ler o rótulo.  Atenção: carnes com a coloração escura e odor desagradável não devem ser levadas para casa. 

Em relação ao consumo ideal de carne, não é recomendado fazer dietas restritivas sem acompanhamento. O ideal, mesmo, seria apostar em uma dieta balanceada, comendo de tudo um pouco, com moderação. Afinal, cada organismo reage de uma forma. 

Com moderação, inclusive, podemos nos permitir até mesmo aquele churrasquinho no final de semana, sobremesas no dia a dia, optando sempre, é claro, por opções mais saudáveis, como as frutas. E se você gosta de mousses e pudins, altamente calóricos, lembre-se de consumi-los sem exagero. 

Portanto, quando o assunto é alimentação balanceada e de qualidade, faz-se necessário a orientação de um nutricionista, para que ele possa fazer uma avaliação   individualizada.  

Daiana Rocha 

*Daiane Paula Pereira Rocha é nutricionista do Extrabom, e pós-  graduada em Gestão de Alimentos e Alimentação Coletiva